Covid-19

Son vai cumprir serviço militar durante a quarentena

Son vai cumprir serviço militar durante a quarentena

O avançado do Tottenham vai aproveitar a paragem forçada das competições, devido à pandemia de Covid-19, para cumprir o serviço militar obrigatório na Coreia do Sul.

O novo coronavírus obrigou as competições a pararem por tempo indefinido e ao isolamento social. Mas se os jogadores e equipas técnicas estão em quarentena nas respetivas casas, há um que vai aproveitar para cumprir o serviço militar: Heung-Min Son.

O jogador do Tottenham viajou para a terra natal - os spurs anunciaram no domingo que a viagem do jogador se devia a "razões pessoais" - e sabe-se, agora, que o avançado vai começar o serviço militar dia 20 de abril, que terá a duração de três semanas, na base naval da ilha de Jeju, de acordo com a Yonhap, agência de notícias sul-coreana.

Na Coreia do Sul, os homens são obrigados a cumprir 21 meses de serviço militar até aos 28 anos, mas o atleta "escapou" por ter ajudado o país a vencer o torneio de futebol dos Jogos Asiáticos de 2018. Ainda assim, terá de cumprir um serviço mais curto.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG