De pé ou de mota, milhares de pessoas prestaram esta quinta-feira a última homenagem a Paulo Gonçalves, o piloto português de 40 anos que morreu vítima de uma queda na sétima etapa do Rali Dakar.

Homenagem

Aplausos, silêncio e motores no último adeus a Paulo Gonçalves

Aplausos, silêncio e motores no último adeus a Paulo Gonçalves

Motards de todo o país acompanharam o corpo desde o Aeroporto de Francisco Sá Carneiro, no Porto, até Esposende, terra natal do motociclista. O cortejo fúnebre seguiu na marginal da cidade e parou na Praça do Município, onde o executivo e a população cumpriram um minuto de silêncio. De seguida, o carro que transportava Paulo Gonçalves rumou até à Igreja de Gemeses, onde o corpo ficará em câmara ardente.

O funeral realiza-se às 16 horas de sexta-feira. A autarquia decretou Dia de Luto Municipal e cancelou todas as iniciativas agendadas para esse dia.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG