O Jogo ao Vivo

Empresas

Grupo Bel procura mais Mundo para o futuro

Grupo Bel procura mais Mundo para o futuro

Conferência sobre sustentabilidade no pós-pandemia assinala 20 anos do grupo empresarial. Tecnologia e ponta é aposta para as próximas décadas.

Mais internacionalização e tecnologia de ponta são duas das apostas do Grupo Bel para o futuro. O grupo económico português, detentor da Global Media Group (onde se inclui o Jornal de Notícias), celebra hoje 20 anos. A reflexão sobre a sustentabilidade no pós-pandemia faz parte do plano para assinalar a data. A conferência "Pandemia, e depois? A Sustentabilidade como resposta" acontece, esta quinta-feira, em Cascais e reúne um conjunto de oradores das mais variadas áreas, da banca aos direitos humanos.

"Tivemos a preocupação de olhar para um evento [pandemia] que foi único e ver as respostas que foram sendo encontradas pelas empresas", diz Helena Ferro Gouveia, diretora de comunicação do Grupo Bel e administradora da Global Media Group. Parte da missão passa agora por refletir, debater ideias e ter dicas sobre o que fazer no futuro, com a consciência de que a sustentabilidade económica, social e ambiental é uma prioridade para cidadãos e empresas.

Mais de 1500 colaboradores e presença em mais de 20 países traçam o cenário atual do Grupo Bel, numa diversidade de setores, da indústria à comunicação social. A expectativa nas próximas décadas é aprimorar responsabilidades sociais, em temas como a sustentabilidade ambiental ou a igualdade de género.

A diretora de comunicação do grupo Bel avança que há medidas no terreno em várias empresas do grupo, nomeadamente planos para igualdade entre mulheres e homens. "Estamos a fazer um caminho, para dar respostas a uma desigualdade que é gritante na sociedade portuguesa e também nas empresas".

Apesar de assente em território nacional, o Grupo Bel projeta um futuro com mais abertura ao exterior. "É gente portuguesa que olha para o Mundo e que se quer internacionalizar ainda mais", diz Helena Ferro Gouveia.

Outra das ambições passa pela aposta em tecnologia de ponta, "um nicho económico interessante para Portugal", com mais desenvolvimento e investigação nas empresas. Uma das áreas de negócio do grupo é inclusive a indústria aeronáutica e aeroespacial.

PUB

A conferência que assinala os 20 anos do grupo tem lugar no Farol Hotel, em Cascais, a partir das 9.30 horas. Marco Galinha, CEO do Grupo Bel, vai abrir o evento, que conta com o advogado e conselheiro de Estado, Luís Marques Mendes, como orador principal.

A iniciativa está pensada para o público geral. Tendo em conta que foi idealizada ainda em período de maiores restrições, a conferência será transmitida via streaming na página do Grupo Bel, durante todo o dia.

Manhã

Luís Marques Mendes, Mónica Ferro, diretora do Fundo das Nações Unidas para a População e o general Duarte Costa, presidente da ANEPC são alguns dos oradores da primeira parte da conferência.

Tarde

Intervenções de Paulo Macedo, presidente da CGD, Bernardo Correia, da Google Portugal e do diretor-geral da GMG, Domingos de Andrade, entre outros, preenchem a tarde. O presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, enviou uma mensagem vídeo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG