Exclusivo

Milhares de empresas apanhadas a desrespeitar os horários

Milhares de empresas apanhadas a desrespeitar os horários

Autoridade para as Condições de Trabalho abriu 6615 processos em 2021. Sindicatos alertam para a "falta de intervenção" da inspeção e para desgaste físico e psicológico de trabalhadores.

Mais de cinco mil empresas foram apanhadas, no ano passado, a desrespeitar os horários dos trabalhadores. Em 2021, a Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT) abriu 6615 processos inspetivos a 5589 empresas por "matérias relacionadas com organização dos tempos de trabalho". Destes, contam-se 278 processos instaurados a 255 empregadores pelo incumprimento dos direitos dos trabalhadores por turnos. Os sindicatos alertam para a falta de meios da ACT e para o desgaste físico e psicológico que este modelo de trabalho provoca.

O número de empresas visadas pela Autoridade para as Condições de Trabalho e de processos inspetivos abertos quase não sofre alteração entre 2021 e o primeiro ano da pandemia de covid-19. Em resposta ao JN, a ACT dá conta de um ligeiro decréscimo nos processos instaurados e nas entidades empregadoras fiscalizadas no ano passado face a 2020. Nesse ano, os inspetores abriram mais de sete mil processos (7065) a 5595 entidades empregadoras e foram registadas 974 infrações por incumprimento dos horários dos trabalhadores.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG