O Jogo ao Vivo

Energia

Preço dos combustíveis a níveis pré-guerra

Preço dos combustíveis a níveis pré-guerra

Descida verifica-se há seis semanas consecutivas no gasóleo e há três na gasolina. Nova baixa na segunda-feira.

O preço dos combustíveis vai voltar a descer na próxima semana, passando a ficar abaixo dos valores praticados antes da invasão da Ucrânia, a 24 de fevereiro.

A partir de manhã, está prevista uma redução média de 5 cêntimos por litro no gasóleo simples e de 4,5 cêntimos na gasolina simples 95. Será a sexta semana consecutiva de revisão em baixa dos preços do gasóleo. A gasolina só está a descer há três semanas.

PUB

Tendo em conta os preços médios praticados no início da última semana, de acordo com o portal da Direção-Geral de Energia e Geologia (DGEG), o gasóleo deverá, na próxima semana, passar a custar 1,651 euros por litro, o que representa uma descida total da ordem dos 30 cêntimos no último mês. Antes da guerra, no dia 21 de fevereiro, estava nos 1,656 euros por litro.

Já a gasolina deve baixar para os 1,658 euros o litro, o que equivale a uma redução global, no último mês, de 17,7 cêntimos por litro, mais uma vez, com base nos dados da DGEG. Antes do conflito estava nos 1,813 euros.

Se olharmos para os preços médios praticados no início do ano, a gasolina ficará na próxima semana mais barata do que os 1,693 euros por litro que custava a 3 de janeiro. Já o gasóleo estará ainda 13,8 cêntimos mais caro.

O ciclo recente de descidas nos preços dos combustíveis reflete a evolução em baixa dos preços dos refinados nos mercados internacionais, mas também a queda do Brent, o petróleo do mar do Norte, referência para Portugal. Na sexta-feira fechou nos 84,03 dólares por barril, um recuo de 4,1% em termos semanais, atribuído à menor procura na China, devido ao aumento de casos de covid.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG