Imagens

Últimas

54.º dia de guerra

Mísseis matam civis e Rússia elogia soldados por "heroísmo" em Bucha

Os dias passam e os ataques intensificam-se. Ao 54.º dia de guerra, caíram mísseis em Lviv, Kharkiv e Dnipro. Mariupol resiste às batalhas intensas. Depois da condenação mundial às atrocidades vistas em Bucha, onde foram encontradas dezenas de civis mortos nas ruas e em valas comuns, Putin condecorou os seus soldados pelo seu "heroísmo" e "coragem". Os pontos-chave de mais um dia de guerra:

Pontos-chave

Ao 31.º dia de guerra, nem o "porto seguro" da Ucrânia foi poupado

No dia em que Joe Biden visitou a Polónia e garantiu que a invasão da Ucrânia não dividia os aliados da NATO, Lviv, até agora um "porto seguro" para refugiados, foi bombardeada. Em Kiev, a cidade fecha-se à noite para se proteger, Kherson só ouve rádios russas e Chernihiv já não consegue retirar os seus habitantes. Os pontos-chave do 31.º dia da guerra na Ucrânia: