O Jogo ao Vivo

Protesto

Dois mil polícias do Norte rumam a Lisboa para manifestação "histórica"

Dois mil polícias do Norte rumam a Lisboa para manifestação "histórica"

Cerca de dois mil polícias do Norte de Portugal estão a caminho de Lisboa, rumo à manifestação das forças policiais, que deve juntar cerca de 12 mil agentes em Lisboa.

Na plataforma online que foi criada para organizar o transporte, inscreveram-se cerca de dois mil polícias de todo o Norte para a deslocação de autocarro. Segundo fonte da organização, só do Porto saíram cerca de 700, entre elementos da PSP e da GNR, divididos em 20 autocarros.

Armados de bandeiras e e com um sentimento de revolta em relação à degradação das condições de trabalho que têm enfrentado nos últimos anos, os polícias concentraram-se na praça das Flores, no Porto, esta quinta-feira de manhã, de onde partiram a caminho da manifestação das forças policiais, esta quinta-feira à tarde, em Lisboa.

Curiosamente, quando os elementos da PSP e GNR se concentravam para sair do Porto, 10 veículos do Corpo de Intervenção da PSP também estavam a rumar a Lisboa, para assegurar o policiamento da manifestação.

Aos 700 que saíram do Porto, juntam-se mais outras centenas de agentes da PSP e da GNR, que seguem em autocarros que partiram de cidades como Penafiel, Lamego, Bragança, Braga ou Viana do Castelo. No total, da região Norte, são cerca de dois mil para se juntar à manifestação, que segundo os organizadores vai ser histórica, esperando-se que junte cerca de 12 mil polícias.

Com o lema "tolerância zero", a manifestação conjunta é organizada pela Associação Sindical dos Profissionais da Polícia (ASPP/PSP) e Associação dos Profissionais da Guarda (APG/GNR). Inicia-se às 13 horas no Marquês de Pombal e ruma até à Assembleia da República, com concentração marcada para as 16 horas.