O Jogo ao Vivo

Exclusivo

GNR já protege "ouro" que vem do mar das redes criminosas

GNR já protege "ouro" que vem do mar das redes criminosas

Apanha ilegal e contrabando para países asiáticos do meixão (enguia bebé) rende milhares de milhões de euros. Europol já considera que esta é uma "ameaça ambiental chave".

Está aí a época em que o meixão entra nos estuários para subir os rios portugueses, atraindo as redes internacionais de apanha e contrabando das enguias bebé, destinadas sobretudo a países asiáticos. O negócio vale milhares de milhões de euros à escala global e é uma ameaça para esta espécie protegida em vários países da União Europeia (UE), segundo a Europol. As zonas de risco, de norte a sul do país, estão identificadas e a GNR já está no terreno, pronta para atacar em duas frentes: na apanha furtiva e depois na investigação aos cada vez mais sofisticados circuitos usados para levar as enguias clandestinamente para fora do país.

Desde 2020 e até setembro deste ano, a GNR deteve 37 pessoas e identificou 89 por este tipo de atividade ilícita, apreendendo cerca de 230 quilos de meixão que, no mercado negro valeriam um milhão e meio de euros.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG