Maia

Homem abriu botija de gás e morreu. Mãe foi salva por outro filho

Homem abriu botija de gás e morreu. Mãe foi salva por outro filho

Um homem, com 48 anos, morreu vítima de inalação de gás, esta quinta-feira, em Vermoim, na Maia. A mãe, de 80 anos, ficou ferida, tendo sido transportada para o Hospital de São João, no Porto. As autoridades investigam a hipótese de se tratar de um suicídio e uma tentativa de homicídio.

O alerta foi dado por um irmão e filho das vítimas, cerca das 9.15 horas. Quando os Bombeiros de Voluntários de Moreira da Maia e o INEM chegaram ao local, na Travessa do Infante D. Henrique, em Vermoim, já nada puderam fazer para salvar o homem.

De acordo com os primeiros indícios, o homem terá aberto uma botija de gás, com a intenção de pôr termo à vida, e também matar a mãe.

PUB

A idosa ainda apresentava sinais de vida quando chegou o socorro, tendo sido conduzida para o Hospital de São João, onde está a ser observada.

A PSP esteve no local e, por haver suspeitas de tentativa de homicídio, foi acionada a Polícia Judiciária.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG