Exclusivo

Infrações deixaram motorista de Cabrita sem reação

Infrações deixaram motorista de Cabrita sem reação

Peritos defenderam que circulação em excesso de velocidade e na via esquerda do carro onde seguia Eduardo Cabrita foi fatal.

Segundo a peritagem, à qual o JN teve acesso, o excesso de velocidade e o facto de o carro circular na via mais à esquerda, sem que fosse a fazer qualquer ultrapassagem, são infrações que reduziram para metade o raio de visibilidade do motorista e do próprio operário, que, caso contrário, teria tido tempo para escapar ao atropelamento, mesmo sem ser ter de correr.

A perícia também assinala o facto de o motorista ter infringido as regras estradais sem acionar sinais sonoros ou luminosos da viatura.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG