Crime

Mulher morta em Vieira do Minho. Suspeito é o marido

Mulher morta em Vieira do Minho. Suspeito é o marido

Uma mulher de 39 anos foi assassinada, esta quarta-feira à noite, na freguesia de Salamonde, em Vieira do Minho, Braga. O suspeito é o marido. É a 12.ª vítima mortal de violência doméstica este ano.

O alerta para o homicídio de Ana Paula Fidalgo foi recebido pelos Bombeiros Voluntários de Vieira do Minho às 21.11 horas. Quando a corporação chegou ao local, a vítima de estrangulamento ainda apresentava sinais de vida, tendo sido efetuadas manobras de socorro, mas sem sucesso.

António Fidalgo, 44 anos e marido da vítima, entregou-se à GNR de Braga e terá confessado a autoria do crime, apurou o JN.

O caso passou para a alçada da Polícia Judiciária, que está a investigar o homicídio. O homicida confesso está detido e será presente a tribunal, para aplicação das medidas de coação adequadas.

Voltaram a Portugal e abriram restaurante

Ana Paula e António regressaram a Portugal em 2017, depois de terem estado emigrados em Inglaterra durante vários anos, e abriram o restaurante "Refúgio do Gerês", na freguesia de Salamonde, concelho de Vieira do Minho. Na altura, deram a conhecer o estabelecimento no programa da RTP "Aqui Portugal" (ver vídeo abaixo).

O casal tinha dois filhos em comum.

Também esta quarta-feira, uma mulher de ascendência cabo-verdiana com cerca de 40 anos foi encontrada morta, no prédio onde morava há cerca de três anos, com o neto, em Corroios, Seixal. A Polícia Judiciária de Setúbal foi acionada para o local por existirem indícios de homicídio, mas, durante a noite, os inspetores afastaram o cenário de crime. O corpo foi transportado para a morgue do Hospital Garcia de Orta para ser autopsiado e determinadas as causas da morte.