O Jogo ao Vivo

Lisboa

Joe Berardo volta à prisão depois de se sentir mal e ser assistido pelo INEM

Joe Berardo volta à prisão depois de se sentir mal e ser assistido pelo INEM

O empresário Joe Berardo, detido na terça-feira por envolvimento no caso da fraude à Caixa Geral de Depósitos, foi assistido pelo INEM, esta quinta-feira, depois de se ter sentido mal quando estava no Tribunal Central de Instrução Criminal, em Lisboa.

Joe Berardo foi assistido pelo INEM, que esteve no tribunal cerca de 15 minutos. Já recuperado, o colecionador de arte vai passar a noite na cadeia anexa à Polícia Judiciária de Lisboa, onde está desde que foi detido, na terça-feira.

As medidas de coação aplicadas ao empresário e ao advogado André Luiz Gomes, presentes esta quinta-feira ao Tribunal Central de Instrução Criminal de Lisboa, serão conhecidas na sexta-feira de manhã.

Berardo e André Luiz Gomes estão indiciados por burla, fraude fiscal, branqueamento, abuso de confiança, falsificação, falsidade informática e descaminho ou destruição de objetos colocados sob o poder público.

O Ministério Público (MP) está a investigar o empréstimo pela Caixa Geral de Depósitos, entre 2006 e 2009 e sem garantias válidas, de centenas de milhões de euros a Joe Berardo. O empresário madeirense, de 76 anos, é ainda suspeito de ter ocultado e dispersado o património para evitar o pagamento das dívidas. O advogado terá, acredita o MP, ajudado na alegada burla ao banco público.

Este é o segundo dia em que Joe Berardo e André Luiz Gomes se encontram em tribunal, depois de, na quarta-feira, terem sido apenas identificados pelo juiz. Os arguidos estão detidos, desde terça-feira, no estabelecimento prisional anexo à sede da Polícia Judiciária, em Lisboa. As medidas de coação podem não ser conhecidas esta quinta-feira.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG