O Jogo ao Vivo

Exclusivo

Juiz negou a solicitador proteção policial contra taxista que tentou matar bombeiros e GNR

Juiz negou a solicitador proteção policial contra taxista que tentou matar bombeiros e GNR

O Tribunal de Loures rejeitou um pedido de proteção policial apresentado pelo agente de execução nomeado pela Justiça para avaliar e vender uma propriedade situada na freguesia de Canas de Senhorim, concelho de Nelas. O juiz acreditou que o executado era pessoa pacífica, mas, em fevereiro deste ano, quando o solicitador se dirigiu ao imóvel, foi recebido a tiro e deparou-se com um incêndio e várias explosões.

O solicitador e agente de execução saiu ileso do incidente, mas um militar da GNR, três bombeiros e uma popular ficaram feridos, nalguns casos com gravidade. Razão por que o suspeito, de 63 anos, foi agora acusado, entre outros crimes, de cinco homicídios tentados.

Alertas para o perigo

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG