Exclusivo

Juíza absolve homem que arrastou mulher pelo pescoço na rua

Juíza absolve homem que arrastou mulher pelo pescoço na rua

Tribunal de Paredes deu como provada agressão, mas absolveu companheiro. Para juíza, caso não teve gravidade para preencher requisitos do crime.

Um tribunal deu como provado que uma mulher foi, em plena rua, agarrada pelo pescoço e arrastada até ao carro, pelo companheiro, em Paredes. Apoiou-se, contudo, na tese de que este ato não teve a "crueldade, insensibilidade e desprezo" suficiente para ser considerado crime de violência doméstica.

O caso já teria gravidade para ser um crime de ofensa à integridade física, mas como esta infração necessita de queixa da vítima para chegar a julgamento - e esta recusou testemunhar ao longo de todo o processo - o agressor foi absolvido. Como absolvido foi de ter chamado "cobardes" aos guardas que o detiveram e que prometeu perseguir.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG