Crime

Matam vítima à facada em cobrança de dívida

Matam vítima à facada em cobrança de dívida

A Polícia Judiciária (PJ) deteve dois indivíduos, de 21 e 60 anos, suspeitos de terem morto à facada um homem, à porta do prédio onde vivia em Alcântara, Lisboa, a quem tentavam cobrar uma dívida. A dupla já está em prisão preventiva.

"O homicídio, cometido de forma bárbara, foi praticado com recurso ao uso de arma branca, na madrugada do pretérito dia 11 de setembro de 2021, na cidade de Lisboa, sobre vítima do sexo masculino, português, com 52 anos de idade", explica a PJ em comunicado.

De acordo com informações recolhias pelo JN, a vítima era um cobrador de rendas clandestinas. São habitações arrendadas quer a cidadãos em situações irregulares como a indigentes, com poucos recursos financeiros. Certo é que as rendas não são declaradas.

Em vez de entregar o dinheiro ao líder do esquema das rendas ilegais, o cobrador terá tentado ficar com o dinheiro e os dois agressores terão sido contratados para recuperar o dinheiro das rendas. À porta do prédio onde vivia a vítima em Alcântara, o cobrador foi surpreendido pela dupla que começaram a agredi-lo e ameaçá-lo com a faca. No meio da discussão, a vítima foi atingida por uma dezenas de golpes.

Após a descoberta do corpo, a PJ efetuou diligências para num primeiro tempo perceber o móbil do crime e depois para identificar os autores.

"A motivação para a prática do crime estará relacionada com a existência de dívidas monetárias, alegadamente, mantidas pela vítima para com terceiros", acrescenta ainda a Polícia.

Os dois arguidos detidos foram, este sábado, levados ao primeiro interrogatório judicial, tendo-lhes sido aplicada a medida de coação de prisão preventiva.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG