Exclusivo

Militares da GNR arguidos por humilhar indianos

Militares da GNR arguidos por humilhar indianos

Polícia Judiciária de Setúbal investiga quatro guardas de Vila Nova de Milfontes por crimes de abuso de poder.

Quatro militares do posto da GNR de Vila Nova de Milfontes, do Destacamento Territorial de Odemira, foram constituídos arguidos pela Polícia Judiciária (PJ) de Setúbal pela prática de atos de abuso de poder e humilhação sobre cidadãos indianos sob custódia da autoridade policial.

Dois dos quatro suspeitos tinham sido condenados em julho passado por integrarem um grupo de cinco militares julgados por sequestro e agressões a imigrantes indianos. Foram condenados a penas entre três anos e meio e quatro anos de prisão e ficaram ainda suspensos de funções na GNR por um período de dois anos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG