Crime

Morre esfaqueado em confronto entre "grupos rivais" em Lisboa

Morre esfaqueado em confronto entre "grupos rivais" em Lisboa

Um outro homem ficou ferido após ter sido golpeado. Polícia Judiciária está a investigar.

Um homem morreu após ter sido esfaqueado, no sábado à noite, durante um confronto entre "grupos rivais" no Parque Urbano do Reguengo, na freguesia de Santa Clara, em Lisboa. O caso está a ser investigado pela Polícia Judiciária (PJ).

De acordo com fonte oficial da PSP, que inicialmente tomou conta da ocorrência, a altercação ocorreu pelas 21 horas de sábado e causou ainda outro ferido, também por arma branca.

PUB

Os dois homens, cujas idades não foram divulgadas, foram transferidos para hospitais distintos da Grande Lisboa. Um deles não resistiu aos ferimentos e morreu na unidade de saúde.

Por se tratar de um homicídio, a investigação transitou para a PJ. Até ao início da noite de domingo, não era conhecida a detenção de qualquer suspeito. As diligências prosseguem.

Violência preocupa

Segundo o Relatório Anual de Segurança Interna de 2021, há, só na Área Metropolitana de Lisboa, 255 adolescentes e jovens identificados pelas autoridades como membros de grupos que, com as rivalidades entre bairros como pano de fundo e as redes sociais como combustível, têm estado ligado a atos violentos.

O fenómeno, igualmente presente no Grande Porto, levou à criação de uma comissão para estudar e apresentar propostas para reduzir a delinquência juvenil e a criminalidade violenta.

O organismo, que poderá fazer recomendações a qualquer momento, é presidido pela secretária de Estado da Administração Interna, Isabel Oneto, e conta com a participação de vários ministérios, das forças de segurança e de instituições das áreas da juventude e da saúde, incluindo mental.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG