O Jogo ao Vivo

Exclusivo

Presidente do Instituto do Desporto tentou bloquear investigação a claque do Benfica

Presidente do Instituto do Desporto tentou bloquear investigação a claque do Benfica

Judiciária fez buscas no Estádio da Luz e no Instituto Português do Desporto e da Juventude por causa dos processos sobre apoio ilegal a claques.

O Ministério Público (MP) está a investigar suspeitas de favorecimento do Benfica por parte do atual presidente do Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ), Vítor Pataco. Na segunda-feira, a Polícia Judiciária fez uma busca no IPDJ e outra no Estádio da Luz a fim de esclarecer a atuação do clube encarnado e do próprio Vítor Pataco, ex-diretor-geral da Benfica Multimédia S.A., em processos de contraordenação sobre o apoio a claques benfiquistas não legalizadas.

As suspeitas sobre o Benfica e Vítor Pataco apontam para eventual corrupção e surgiram no verão de 2018 pela voz do anterior presidente do IPDJ, Augusto Baganha, quando este foi exonerado do cargo, a um ano do final do mandato, pelo secretário de Estado do Desporto e da Juventude, João Paulo Rebelo. Na altura, Baganha revelou até alegadas pressões daquele governante sobre Pataco, seu sucessor, para favorecer o Benfica em processos de contraordenação no IPDJ sobre o apoio do Benfica às claques No Name Boys e Diabos Vermelhos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG