Exclusivo

Professora grávida agredida por mãe de aluno quer escola condenada

Professora grávida agredida por mãe de aluno quer escola condenada

Docente exige um total de cinco mil euros ao estabelecimento de ensino e à Direção-Geral de Educação. Caso aconteceu em 2019, em Lisboa. Arguida, de 29 anos, nega acusação. Sentença é conhecida a 11 de maio de 2022.

O advogado de uma professora primária alegadamente agredida, em 2019, pela mãe de um aluno, em Lisboa, pediu esta quarta-feira, em tribunal, que a Direção-Geral de Educação e a escola onde ocorreu o confronto sejam condenadas a pagar à docente, então grávida de seis semanas, uma indemnização global de cinco mil euros.

Joaquim Oliveira Garcia requereu ainda que a suspeita da agressão seja punida com pena de prisão, suspensa na sua execução mediante o pagamento pela arguida, ao longo do tempo, de oito mil euros à vítima. Solange S., de 29 anos, nega ter batido na professora. A sentença é conhecida no próximo dia 11 de maio de 2022.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG