O Jogo ao Vivo

Futebol

PSP identifica 39 ultras do Benfica que lançaram caos em Braga

PSP identifica 39 ultras do Benfica que lançaram caos em Braga

A Polícia de Segurança Pública (PSP) identificou 39 adeptos do Benfica, por distúrbios no centro de Braga, sábado à noite, após o jogo da I Liga entre a equipa de Lisboa e o Vitória Sport Clube, em Guimarães, que terminou empatado sem golos. Os ultras encarnados não foram detidos, por não se verificarem pressupostos para o efeito.

Em comunicado, a PSP esclarece que, por volta das 23.45 horas, foram registadas "deflagrações de engenhos pirotécnicos levadas a efeito por um grupo substancial de jovens vestidos de negro, enquanto entoavam cânticos". A cena provocou "alarme e pânico" entre as pessoas que se encontravam nos bares e esplanadas das ruas do centro da cidade minhota.

PUB


Em comunicado, a Polícia esclareceu que, pelas 23.45 horas, houve "deflagrações de engenhos pirotécnicos levadas a efeito por um grupo substancial de jovens vestidos de negro, enquanto entoavam cânticos". A cena causou "alarme e pânico" entre quem se encontrava nos bares e esplanadas das ruas do centro da cidade.


A PSP interveio com meios locais e outros de Guimarães, intercetando o grupo, que, depois, encaminhou para as instalações do Comando Distrital. Os 39 elementos, "associados ao movimento casual do Benfica", foram identificados e são maioritariamente da zona de Lisboa.

Testemunhas relatam que aquele grupo corria de forma intimidatória na direção das pessoas nas esplanadas. A Polícia Municipal, com instalações próximas, foi a primeira a chegar ao local. Mas, segundo pessoas presentes, a PSP também não demorou muito a "chegar em força". Desceu a Rua Dom Afonso Henriques, em sentido contrário ao trânsito, e entrou na zona histórica pela Rua do Forno, surpreendendo os "casuals" junto à Sé de Braga.

Os adeptos foram intercetados, encostados a uma parede e encaminhados, com um cordão de segurança, para a Polícia.

Ao JN, a PSP esclareceu que "não se verificaram todos os pressupostos legalmente previstos" para a detenção. "Havendo identificação das pessoas responsáveis pelos factos, que serão comunicados à autoridade judiciária, estão reunidas as condições para posterior responsabilização, se se considerar haver prova suficiente no processo", acrescentou a fonte policial.

Outros distúrbios
A 10 de agosto, ultras do Benfica e do Hajduk de Split causaram desacatos em Guimarães após um jogo desta equipa croata com o Vitória.

Sem ligação às claques
Os "casuals" (casuais, em português) são adeptos violentos sem ligação às claques dos clubes e, assim, mais difíceis de controlar.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG