BPP

Resultados preliminares da autópsia de Rendeiro não apontam para crime

Resultados preliminares da autópsia de Rendeiro não apontam para crime

As primeiras observações realizadas durante a autópsia ao corpo de João Rendeiro, efetuadas pelo Instituto Nacional de Medicina Legal (INML), em Lisboa, não apontam para a existência de intervenção de terceiros na morte do ex-patrão do BPP.

De acordo com informações recolhidas pelo JN, a autópsia ainda carece de exames complementares, nomeadamente toxicológicos, para poder estabelecer com certeza a causa da morte.

O corpo que chegou na sexta-feira da África do Sul foi autopsiado no mesmo dia, uma vez que havia disponibilidade do INML e que o Ministério Público não se opôs à realização da mesma.

PUB

A viúva de Rendeiro tem dúvidas sobre as causas que levaram à morte do fundador do BPP e exigiu que tudo seja esclarecido numa segunda autópsia. O exame vai ser pago por amigos e familiares de Maria de Jesus Rendeiro que, apurou o JN, já têm prestado auxílio à mulher. Sem acesso às contas bancárias da família, Maria de Jesus Rendeiro tem sobrevivido com dinheiro emprestado.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG