Luís Abrantes, chefe dos Bombeiros de Canas de Senhorim, revive o episódio em que foi recebido a tiro e com explosivos, durante o combate a um incêndio, a 16 de fevereiro deste ano. Esteve um mês em coma e foi submetido a quatro cirurgias.

Vídeo

Bombeiro baleado retrata o drama que o deixou um mês em coma

Bombeiro baleado retrata o drama que o deixou um mês em coma

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG