Exclusivo

Vizinhos evitam fuga ao ouvir escavar túnel na cadeia

Vizinhos evitam fuga ao ouvir escavar túnel na cadeia

Buraco escavado durante a noite passava por baixo da parede da prisão e estava quase pronto. Túnel feito a partir de arrecadação de camarata com 33 reclusos

Na quarta-feira, dia em que a ministra da Justiça, Catarina Sarmento e Castro, visitou a cadeia de Ponta Delgada, nos Açores, os guardas prisionais descobriram um túnel, quase pronto, que permitiria a fuga dos 33 reclusos instalados na mesma camarata. A Direção-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais (DGRSP) admite somente "atos preparatórios para uma hipotética e futura tentativa de evasão", mas o Sindicato Nacional do Corpo da Guarda Prisional (SNCGP) salienta que devido à "falta de segurança" do estabelecimento prisional esta foi a segunda tentativa de fuga em apenas três meses.

O túnel foi construído a partir de uma arrecadação, situada no mesmo corredor em que foi instalada a camarata, tinha um metro de altura, 60 centímetros de largura e 80 centímetros de profundidade. Foi escavado por baixo de uma das paredes da cadeia e faltavam apenas 20 centímetros para ficar completo. Uma vez percorrido o pequeno túnel, os reclusos teriam de caminhar cerca de três metros e saltar o diminuto muro de vedação para alcançar a liberdade.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG