O Jogo ao Vivo

Covid-19

Dois pacientes recuperam da Covid-19 com medicamento antimalárico em Ovar

Dois pacientes recuperam da Covid-19 com medicamento antimalárico em Ovar

Os pacientes recuperados, um septuagenário e uma sexagenária, fizeram tratamento com antipalúdico, ou antimalárico, recorrendo-se à hidroxicloroquina.

O Hospital Dr. Francisco Zagalo - Ovar (HFZ-Ovar) registou este fim de semana os dois primeiros pacientes recuperados da infeção por Covid-19, com resultados negativos nos dois testes efetuados num intervalo de 24 horas, recomendados pela Direção-Geral da Saúde (DGS).

"Em ambos os casos cumpriram-se os critérios de estabilidade clínica para obterem alta hospitalar". Ou seja, "evoluíram para uma melhoria clínica [resolução, sobretudo, dos sintomas respiratórios], não tiveram febre durante pelo menos três dias [sem estarem a fazer a respetiva medicação para a temperatura] e realizaram dois testes negativos num intervalo de 24 horas", explicou a médica Inês Costa, a trabalhar na enfermaria dedicada à Covid-19 do HFZ-Ovar.

Os dois doentes infetados - um homem de 74 anos, internado desde 17 de março, e uma mulher de 62 anos, internada desde 19 de março - fizeram tratamento com antipalúdico, recorrendo-se à hidroxicloroquina, um fármaco usado há muitos anos no tratamento de doenças reumatológicas e que está a ser aplicado, em Portugal, em pacientes com Covid-19.

Aquela unidade hospitalar tem 16 camas ocupadas com doentes com infeção pelo novo coronavírus que não exigem cuidados intensivos.

Para esta clínica, está a ser "um período desafiante" da sua carreira profissional. "Os desafios que se vão colocando são todos eles novos, quer pela intensidade, quer por tudo o que está associado à pandemia. O hospital - com os poucos recursos de que dispõe - teve de se organizar muito rapidamente, abrindo um serviço dedicado a doentes em Covid-19", vincou Inês Costa, salientando que "o trabalho que está a ser desenvolvido é sustentável e bem alicerçado naquilo que são as melhores práticas nacionais e internacionais. Nesse pressuposto, estamos a fazer um esforço por manter essa lógica".

Outras Notícias