O Jogo ao Vivo

Pandemia

Morreram mais dois utentes com covid-19 de lar em Beja

Morreram mais dois utentes com covid-19 de lar em Beja

Mais duas utentes do lar Mansão de S. José, em Beja, morreram com covid-19. No total, já três utentes morreram na sequência do surto de covid-19.

As duas utentes tinham 89 anos e 81 anos e morreram no Hospital José Joaquim Fernandes, em Beja. A informação foi avançada, esta quinta-feira pela Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo (ULSBA).

São agora três as vítimas mortais naquela Estrutura Residencial Para Idosos (ERPI) depois da morte de uma mulher de 91 anos que ocorreu na passada terça-feira.

A ULSBA refere que, a juntar aos três óbitos, há no total 104 os casos ativos na instituição, 84 entre os utentes e 20 são funcionários. Em internamento no Hospital de Beja estão 10 utentes, 8 em enfermaria e 2 na Unidade de Cuidados Intensivos Polivalente (UCIP).

Recorde-se que no passado sábado 54 mulheres, duas das quais com testes negativos, foram transferidas da Mansão de São José para uma caserna da Base Aérea (BA) 11.

Desde o início da pandemia de covid-19, são já cinco as vítimas mortais no concelho de Beja, tendo a primeira ocorrido no dia 20 de abril, um homem de 87 anos, utente do Lar Nobre Freire, também na cidade alentejana. Um outro homem morreu no dia 13 de junho, depois de ter dado entrada no Hospital de Beja.

PUB

Lar do Centro Paroquial e Social do Salvador (Beja)

A ULSBA fez o ponto de situação dos casos de infeção por covid-19 no Lar do Centro Paroquial e Social do Salvador, havendo a registar 32 casos positivos, sendo 25 em utentes, dois dos quais internados na enfermaria covid-19 do hospital e 7 entre os funcionários. Segundo a Unidade Local de Saúde, vai decorrer uma retestagem dos casos negativos e inconclusivos.

Surto no Bloco Operatório do Hospital de Beja

Melhores notícias surgem do surto do Bloco Operatório do Hospital, onde foram detetados 36 casos entre os profissionais, que indiretamente atingiu outros 60, mas todos já foram declarados como clinicamente curados e estão de regresso ao trabalho.

Outras Notícias