Caniço

Acidente com autocarro na Madeira fez 29 mortos

Acidente com autocarro na Madeira fez 29 mortos

Vinte e nove pessoas morreram e 27 ficaram feridas, esta quarta-feira, na sequência de um acidente de autocarro no Caniço, Madeira.

O balanço inicial era de 28 vítimas mortais e 28 feridos mas foi atualizado, respetivamente para 29 e 27, depois de uma mulher ter sucumbido aos ferimentos, esta noite, nos cuidados intensivos do Hospital do Funchal. Das pessoas que morreram, todas estrangeiras, 11 eram homens e 18 eram mulheres. Nenhuma criança esteve envolvida no acidente.

A chanceler alemã, Angela Merkel, exprimiu, esta quinta-feira, "tristeza e choque" com o acidente que vitimou 29 conterrâneos e agradeceu o trabalho dos socorristas na Madeira.

Entre os 27 feridos, contam-se dois portugueses, que se encontram no bloco operatório da unidade hospitalar, e cuja identidade não foi revelada. Serão o guia e o condutor do autocarro acidentado.

Os primeiros feridos deram entrada no hospital cerca das 19 horas, tendo sido "de imediato disponibilizados meios para prestar apoio às vítimas e familiares", disse a porta-voz da Proteção Civil regional, em conferência de imprensa, cerca das 23.10 horas. De momento, ninguém vai ser transferido para outro hospital.

A responsável acrescentou que foi criada uma linha de esclarecimentos e apelou à população para se deslocar ao serviço de Urgência do Hospital do Funchal "apenas em situações urgentes ou emergentes".

A porta-voz adiantou que, tendo em conta o numero de vítimas mortais e o facto de estas serem estrangeiras, foram contactados os serviços de Medicina Legal, o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) e os consulados dos países de onde as vítimas eram provenientes. O Instituto Nacional de Medicina Legal enviou uma equipa de Lisboa para reforçar o gabinete do Funchal, que chegou à Madeira esta madrugada, estando já a trabalhar.

Entretanto, o Ministério Público abriu um inquérito ao acidente e o Governo regional da Madeira decretou luto de três dias.

Autocarro saiu de hotel cheio de turistas

O acidente ocorreu cerca das 18.30 horas na zona do Caniço, na curva junto ao entroncamento da Estrada da Ponta da Oliveira com a Rua Alberto Teixeira (antiga variante), avançou o "Diário de Notícias da Madeira".

O JN apurou que o autocarro, que transportaria maioritariamente turistas alemães, saiu do Hotel Quinta Splendida com destino ao Funchal. Na viatura, seguiam 51 pessoas.

Este acidente assemelha-se a outro ocorrido há 13 anos, que teve a lamentar várias vítimas decorrentes de um capotamento. A 23 de dezembro de 2005, um autocarro de turismo capotou, em São Vicente, provocando cinco mortos e três feridos graves, entre os quais um bebé de nove meses.