Exclusivo

Galp já entregou plano de desativação da Petrogal

Galp já entregou plano de desativação da Petrogal

Agência Portuguesa do Ambiente está a analisar documento entregue no início deste mês. Para a fase de remediação ambiental só contará a análise da contaminação dos solos que for feita à medida que o desmantelamento avançar.

Está nas mãos da Agência Portuguesa do Ambiente (APA) o plano de desativação da refinaria de Matosinhos. O documento, "da responsabilidade da Petrogal", foi entregue no início deste mês e está a ser analisado pela APA. Incluirá uma avaliação da contaminação dos solos do complexo, mas a análise do nível de poluição que contará "para efeitos do plano de remediação" ambiental, refere aquela entidade, "será a da campanha a efetuar após a conclusão das fases de descomissionamento e desmantelamento" do complexo, que se prevê para meados de 2025.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG