Exclusivo

Possível fecho do centro comercial Stop deixa músicos em sobressalto

Possível fecho do centro comercial Stop deixa músicos em sobressalto

Câmara do Porto diz que antigo centro comercial tem problemas estruturais que colocam em risco edifício e utilizadores.

O Centro Comercial Stop, no Porto, tem problemas estruturais, que "comprometem a segurança do edifício e de quem o frequenta". O diagnóstico é da Câmara do Porto, que deu um prazo para "apresentação do projeto de especialidades no processo de licenciamento", tendo em vista a resolução daqueles problemas. Os músicos que ocupam a maior parte das salas temem o encerramento, até porque falta dinheiro para avançar com as intervenções necessárias. Segundo disse ao JN o líder da Associação dos Músicos do Stop, Rui Guerra, o prazo dado pelo Município termina a 6 de novembro.

Há muito que o centro comercial está transformado em sala de ensaios e estúdio para centenas de músicos. Mas a "falta de verbas" para a concretização de obras leva a "um ponto sem saída" no que toca à legalização e licenciamento do espaço. "São precisas obras relativamente à segurança contra incêndios, como saídas de emergência", exemplificou Rui Guerra, acrescentando: "Os proprietários não têm dinheiro, e, como isto é privado, há a dificuldade de recebermos apoios. A nossa luta é para não sairmos daqui".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG