Solidariedade

Irmãos de Gaia com cancro vão ter consulta nos Estados Unidos

Irmãos de Gaia com cancro vão ter consulta nos Estados Unidos

Leonor, de cinco anos, e Jaime, de oito, são de Gaia e ainda precisam de 600 mil euros para um tratamento.

Tem sido grande a generosidade dos portugueses. Os irmãos Leonor e Jaime, de Valadares, Vila Nova de Gaia, doentes com um tipo de cancro muito agressivo, já conseguiram angariar cerca de 400 mil euros, metade da verba necessária para um tratamento que lhes aumentará a possibilidade de sobrevivência. Estarão em breve nos Estados Unidos para uma primeira consulta.

O desafio é enorme. Conseguir, no mais curto espaço de tempo, cerca de um milhão de euros, a quantia necessária para submeter Leonor, de cinco anos, e Jaime de oito, a um tratamento esperançoso ao neuroblastoma, um cancro agressivo que tem uma incidência de recidivas muito grande e do qual padecem.

Nos últimos meses foi possível angariar uma parte significativa da verba, que permitirá a deslocação dos dois irmãos aos Estados Unidos para uma primeira consulta de avaliação e preparação para os futuros tratamentos.

Esperança renovada

PUB

A mãe, Carla Marques, mostra-se de esperança renovada em conseguir angariar a soma total para os tratamentos e agradece toda a ajuda que tem recebido. "Estou muito agradecida e reconhecida com a generosidade dos portugueses, incluindo emigrantes. As pessoas têm contribuído de forma generosa, o que já nos permitiu marcar a primeira viagem para a consulta".

Neste momento, Leonor e Jaime estão estáveis. "Mas continuamos com a nossa corrida contra o tempo, porque os meus filhos não podem esperar muito pelo tratamento", ressalva. "Preciso de um pouco mais de ajuda", apela a mãe.

Carla Marques acredita que os donativos vão continuar. Contudo, alguns cidadãos mostram por vezes dúvidas sobre o destino do dinheiro e a sua gestão.

A advogada da família, Ana Louro, esclareceu ao JN que as verbas angariadas se destinam "à prossecução dos tratamentos junto do The Children"s Hospital of Philadelphia, nos Estados Unidos da América".

Estão já cumpridos todos os procedimentos legais. A advogada precisa que a verba será destinada a "custear os tratamentos médicos e exames clínicos e complementares de diagnóstico aos irmãos, Leonor e Jaime, que padecem de neuroblastoma", e que foi reunido até ao momento "o montante de 408 mil euros".

Angariação autorizada pelo Governo

Por despacho do secretário-geral do Ministério da Administração Interna, foi autorizada e validada a angariação destas receitas, a realizar em território nacional, através de depósito direto ou por transferência de donativos, em conta bancária constituída especificamente para o efeito, na Caixa Geral de Depósitos - balcão de Valadares - Vila Nova de Gaia, n.º 0829013809630 com o IBAN PT50 0035 0829 0001380963014.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG