Balanço

Espanha ultrapassa os 24 mil mortos de Covid-19

Espanha ultrapassa os 24 mil mortos de Covid-19

Espanha registou, nas últimas 24 horas, 325 mortes devido ao novo coronavírus, um aumento em relação às 301 de terça-feira, havendo até agora um total de 24275 óbitos.

De acordo com o Ministério da Saúde espanhol, há 2144 novos casos positivos, elevando para 212917 o total de infetados confirmados pelo teste PCR, o mais fiável na deteção do vírus.

Os números diários indicam ainda que, nas últimas 24 horas, há 6399 pessoas curadas depois de terem contraído a doença, sendo o total de 108947 desde o início da pandemia.

As autoridades registam ainda um grande aumento da diferença entre os doentes curados nas últimas 24 horas (6.399) e os novos casos positivos (2.144).

O Governo espanhol definiu uma fase de transição até finais de junho com o desmantelamento "gradual, assimétrico, coordenado e adaptável" das medidas de confinamento até que todo o país possa entrar numa "nova normalidade" em que se espera que a pandemia de Covid-19 esteja controlada.

Madrid aprovou na terça-feira o "Plano de Transição para uma Nova Normalidade" que começou no último domingo com quatro etapas que vão durar cada uma delas cerca de duas semanas.

O primeiro-ministro espanhol, Pedro Sánchez, também revelou que tenciona propor um novo prolongamento de duas semanas do estado de emergência iniciado em 15 de março e que, depois de várias prorrogações, está em vigor até 9 de maio.

As crianças até aos 14 anos foram autorizadas, a partir de domingo passado, a sair à rua durante uma hora por dia, das 9 horas às 21 horas, acompanhadas por um adulto, até a um quilómetro das suas casas, podendo levar brinquedos consigo, embora tenham de se manter afastadas de outros menores.

As medidas de transição incluem que a partir do próximo sábado os adultos possam sair de casa para fazer desporto individualmente ou fazer caminhadas com uma pessoa que viva sob o mesmo teto.

A partir de segunda-feira, 4 de maio, poderão começar a abrir as pequenas lojas de forma parcial com, por exemplo, os restaurantes a poderem fornecer serviços de alimentação para consumo em casa.

Espanha é o segundo país com mais mortos com a pandemia por cada milhão de habitantes (510 óbitos), depois da Bélgica (647) e antes da Itália (453) e França (362), numa lista em que os Estados Unidos têm 179 e Portugal 93.

Outras Notícias