Fotografia

Morreu o marinheiro do famoso beijo no final da II Guerra Mundial

Morreu o marinheiro do famoso beijo no final da II Guerra Mundial

O marinheiro George Mendonsa, que protagonizou uma fotografia em 1945 na qual surge a beijar uma desconhecida, em Nova Iorque, morreu no domingo aos 95 anos, em Rhode Island, Estados Unidos.

Durante mais de 70 anos, George Mendonsa, descendente de portugueses, garantiu que era ele que surgia na fotografia, abraçado a beijar uma mulher que desconhecia, em Times Square, quando milhares de pessoas celebravam o fim da II Guerra Mundial.

A fotografia foi tirada por Alfred Eisenstaedt e publicada na revista "Life", tornando-se numa das mais conhecidas da história da fotografia do século XX.

Várias pessoas reclamaram a identidade do par fotografado, mas só anos depois se confirmou que os protagonistas eram George Mendonsa, marinheiro destacado num navio de guerra, que num impulso agarrou e beijou Zimmer Friedman, assistente de um dentista.

A cadeia de televisão CBS recordou esta segunda-feira que reuniu os protagonistas da fotografia, batizada de "O beijo", em 2012, exatamente no mesmo local onde foi tirada em agosto de 1945.

Zimmerr Friedman morreu em 2016 aos 92 anos. George Mendonsa morreu domingo, dias antes de completar 96 anos.