O Jogo ao Vivo

Polémica

"Não fiz nada ilegal". Primeira-ministra da Finlândia revela que fez teste de drogas

"Não fiz nada ilegal". Primeira-ministra da Finlândia revela que fez teste de drogas

A primeira-ministra da Finlândia revelou, esta sexta-feira, que fez um teste de drogas depois de terem surgido vídeos da líder finlandesa a cantar e a dançar numa festa privada.

Sanna Marin, de 36 anos, foi criticada esta semana depois de ter sido divulgado um vídeo que mostra a primeira-ministra numa festa privada. A oposição levantou críticas ao comportamento de Marin e exigiu que fossem realizados exames toxicológicos e revelados os resultados.

PUB

Numa conferência de imprensa, a primeira-ministra anunciou que realizou o teste esta sexta-feira. Os resultados deverão ser conhecidos na próxima semana. "Não fiz nada ilegal. Mesmo na minha adolescência, nunca usei nenhum tipo de droga", garantiu Marin, acrescentando que tem direito à presunção de inocência.

A imprensa questionou se a líder da Finlândia, que está no poder desde dezembro de 2019, seria capaz de tomar decisões governamentais rápidas, se necessário, no momento da festa. "Não me lembro de uma única vez em que houve uma situação repentina no meio da noite para ir ao Palácio do Conselho de Estado", insistiu. "Acho que a minha capacidade de funcionar era muito boa. Não havia reuniões conhecidas nos dias em que estava a celebrar."

Embora Marin tenha reconhecido que estava a ser constantemente filmada, disse estar aborrecida com o facto de as imagens terem sido divulgadas ao público. "Confio que as pessoas entendam que o tempo de lazer e o tempo de trabalho podem ser separados", rematou.

Não é a primeira vez que Sanna Marin é criticada por surgir em festas. No ano passado, a primeira-ministra finlandesa foi apanhada numa discoteca depois de entrar em contacto próximo com um caso de covid-19.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG