O chefe de Estado ucraniano, Volodymyr Zelensky, disse esta segunda-feira que "em breve haverá dois Dias da Vitória na Ucrânia", referindo-se à derrota da Alemanha nazi em 1945, e chamou "louco" ao presidente russo Vladimir Putin.

Ucrânia

Zelensky diz a Putin que "muito em breve haverá dois Dias da Vitória" na Ucrânia

Zelensky diz a Putin que "muito em breve haverá dois Dias da Vitória" na Ucrânia

"Só um louco pode querer repetir o que aconteceu na Segunda Guerra Mundial e todos os que repitam os crimes que ocorreram na época estão a imitar a filosofia nazi", disse Zelensky, referindo-se a Putin, num discurso publicado esta segunda-feira no portal oficial a propósito do dia em que se assinalam os 77 anos do "Dia da Vitória contra a Alemanha Nazi"

Na Ucrânia, "estamos a lutar por uma nova vitória", no sentido de parar a invasão que a Rússia lançou contra o país no passado dia 24 de fevereiro, afirmou Zelensky, reconhecendo que o "caminho está a ser difícil", mas mostrou-se confiante no "triunfo".

Na mesma mensagem, Zelensky disse ainda que o território ucraniano já viveu muitas guerras mas que nenhum inimigo conseguiu "ficar", sublinhando que "não há nenhum invasor que possa governar o povo livre da Ucrânia".

Hoje, a Rússia assinala o 09 de maio, o dia da capitulação da Alemanha nazi, em 1945, com as tradicionais paradas militares em Moscovo, uma tradição política e militar que se mantém desde o período do regime soviético.

"Temos orgulho dos nossos antepassados, que como outros povos, no âmbito da aliança anti-hitleriana, venceram o nazismo. Não vamos deixar que ninguém venha anexar essa vitória e se venha a apropriar dela", disse ainda Zelensky através de um vídeo que está a ser divulgado nas redes sociais.

As imagens mostram o chefe de Estado da Ucrânia na principal avenida de Kiev.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG