Ensino

Alunos entusiasmados com o regresso às aulas no Porto

Alunos entusiasmados com o regresso às aulas no Porto

Os alunos do 11.º e 12.º anos regressam à escola esta segunda-feira, mais de dois meses depois da suspensão das aulas devido à pandemia da covid-19.

Na Escola Secundária Aurélia de Sousa, no Porto, os alunos entram de máscara e "entusiasmados" com o regresso às aulas, suspensas a 13 de março, devido à pandemia da covid-19.

As aulas foram limitadas a um máximo de 15 alunos por turma, de acordo com as normas definidas pela DGS.

O início de uma nova fase de desconfinamento, esta segunda-feira, não se notou muito nos transportes públicos, conforme constatou a reportagem do JN numa ronda pelas estações habitualmente mais frequentadas no Porto.

O movimento era aparentemente idêntico ao da semana passada, antes de esta nova abertura, depois da primeira fase de desconfinamento, iniciada no dia 4.

Hoje é, também, o dia em que os restaurantes reabrem. No centro do Porto, o sr. Manuel aguarda com "expectativa" a reabertura do restaurante "O Buraco", no qual trabalha há 48 anos.

PUB

"Estivemos muito tempo fechados, os prejuízos são bastante grandes", disse. "Tudo isto é uma nova experiência", acrescentou.

Esta segunda-feira, 18 de maio, é, também, Dia Internacional dos Museus. Serralves, no Porto, assinala a data e marca o início desta segunda fase de desconfinamento com entrada gratuita durante todo o dia.

As portas abriram às 10 da manhã e menos de uma hora depois algumas dezenas de pessoas passeavam já pelos jardins da Fundação Serralves.

Rui Costa, diretor de projetos especiais de Serralves disse ao JN que "Serralves em Festa", que costuma assinalar a chegada da primavera, juntando milhares de pessoas naquele espaço, não foi cancelado e pode vir a realizar-se, se conseguirem ser cumpridas as determinações da DGS.

Segundo Rui Costa, Serralves reabre condicionada pela pandemia, com a atividade mais centrada em palestras e com a fundação apostada na renovação dos espaços verdes. As famílias que, esta manhã, quiseram aproveitar o ar livre naqueles jardins foram convidadas a participar na plantação de plantas autóctones ou a assistir a uma palestra sobre camélias.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG