Exclusivo

"Bazuca" paga central de dessalinização que começará a funcionar no final de 2025

"Bazuca" paga central de dessalinização que começará a funcionar no final de 2025

Numa primeira fase, tratará oito milhões de metros cúbicos de água por ano, ou seja, 10% do consumo o Algarve.

A água do mar poderá vir a ser transformada em água potável para consumo humano, no Algarve, daqui a três anos. O projeto para a construção de uma central de dessalinização, a primeira no continente, já está em curso. O principal objetivo é ajudar no combate à situação de seca que afeta a região e o país.

A localização da futura central ainda está a ser estudada, prevendo-se que seja entre Loulé e Portimão. A obra está prevista no Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), financiado em 200 mil euros pela chamada "bazuca" europeia para projetos de melhoria da eficiência hídrica. Destes, o Governo destinou 45 mil euros para a central dessalinizadora algarvia.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG