Exclusivo

Compra conjunta da UE atira chegada dos Canadair para 2026

Compra conjunta da UE atira chegada dos Canadair para 2026

Negociações sobre contrato com empresa canadiana vão decorrer no final da época de fogos na Europa.

Só daqui a quatro anos é que Portugal poderá ter dois aviões anfíbios pesados de combate aos incêndios. As negociações entre Bruxelas e o fabricante canadiano e o tempo de produção deverão atrasar a chegada dos Canadair para o final de 2025 ou o início de 2026. A 14 de julho, a secretária de Estado Patrícia Gaspar afirmou que o Governo tentaria que as aeronaves estivessem disponíveis ainda em 2024/2025.

A compra conjunta de 12 Canadair para seis estados-membros vai reforçar a frota do rescEU, o programa da Comissão Europeia que fortalece a reserva do Mecanismo Europeu de Proteção Civil. As últimas encomendas ficam prontas em 2029.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG