Exclusivo

Dadores e dádivas de sangue estão em queda há 10 anos

Dadores e dádivas de sangue estão em queda há 10 anos

Entre 2010 e 2020, houve menos 131 mil doações e menos 104 mil pessoas a participarem nas colheitas. Presidente do IPST pede aos portugueses que façam dádivas antes de irem de férias

O número de dádivas de sangue e de dadores que realizam doações tem vindo a cair há uma década. No ano passado, houve menos 22 mil dádivas, o que corresponde a uma redução de 7%. Também se registou uma quebra de quase 12 mil dadores ativos em comparação a 2019. A retoma da atividade programada nos hospitais públicos (como cirurgias) e as férias levam o Instituto Português do Sangue e da Transplantação (IPST) a solicitar dádivas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG