Mutação

Emigrantes no Reino Unido só entram em Portugal com teste à covid

Emigrantes no Reino Unido só entram em Portugal com teste à covid

Os cidadãos portugueses a residir no Reino Unido só entram se tiverem teste negativo ao novo coronavírus. A medida entra em vigor a partir da meia-noite desta segunda-feira, 21 de dezembro.

Face à propagação de uma nova variante do vírus SARS-CoV-2, o Governo português impôs algumas restrições aos voos oriundos do Reino Unido.

Segundo um comunicado do Ministério da Administração Interna, apenas emigrantes portugueses ou "cidadãos legalmente residentes em Portugal" podem entrar em território nacional. Para isso, terão de ter também um "comprovativo de realização de teste laboratorial para rastreio da infeção por SARS-CoV-2, com resultado negativo". O teste tem de ser realizado nas 72 horas anteriores ao embarque. As companhias aéreas que autorizarem o embarque de passageiros sem o teste incorrem numa multa que pode variar de entre 500 a dois mil euros por pessoa.

Caso os passageiros não tenham o teste à covid-19, à chegada a Portugal, serão "encaminhados pelas autoridades" para realizá-lo dentro do aeroporto. Até ao resultado, os viajantes terão de "ficar em isolamento" em casa ou em local indicado pela autoridade de saúde. Estas regras estão em vigor até 31 de dezembro.

Estas regras não se aplicam às aeronaves do Estado e às Forças Armadas, aos voos para transporte exclusivo de carga e correio, de emergência médica e às escalas técnicas para fins não comerciais.

A nova variante do vírus não foi registada em Portugal, "de acordo com os dados obtidos até ao momento pelo Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge que já englobam análise de amostras do mês de novembro e da segunda vaga", detalha o documento do Governo.

PUB

A mutação no SARS-CoV-2 propaga-se de forma mais rápida e, segundo alguns peritos, pode ser 70% mais contagiosa. O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, apresentou este sábado novas restrições no Reino Unido. Várias zonas, como Londres, estão em confinamento, mesmo durante a época festiva do Natal, para travar potenciais infeções da nova variante.

Nas últimas horas, alguns países europeus já suspenderam as ligações aéreas e ferroviárias com o Reino Unido. Depois de uma reunião de emergência de Charles Michel, presidente do Conselho Europeu, este domingo, com representantes dos 27 Estados-membros, a União Europeia poderá estar a preparar uma posição conjunta para suspender os voos para aquele país.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG