O Jogo ao Vivo

Exclusivo

Governo falha objetivo de promover vistos gold fora de Lisboa e Porto

Governo falha objetivo de promover vistos gold fora de Lisboa e Porto

Em 2022 houve 808 autorizações dadas por compra de imóveis. Desejo de levar programa para zonas menos povoadas falhou.

Oito em cada dez propriedades compradas, este ano, ao abrigo do regime dos vistos gold (79,6%) situam-se nos distritos de Lisboa e Porto - e só o concelho de Lisboa concentra metade. Ao contrário do que queria o Governo - que, a 1 de janeiro, dificultou a emissão de autorizações de residência a quem comprasse casas nas duas maiores cidades e no litoral -, as zonas menos habitadas não atraíram estes investidores: dos 808 imóveis adquiridos, só 61 (7,5%) se situam em regiões pouco povoadas (ver infografia).

A maioria dos 808 imóveis foi adquirida no distrito de Lisboa (465, ou seja, 57,6% do total), seguindo-se o do Porto (178, isto é, 22%). Tal ainda é possível porque as novas regras para a capital e a Invicta só proibiram a compra para fins residenciais, não impedindo a compra para fins comerciais ou turísticos. Desde o início do programa, foram emitidos 10 393 vistos para compra de casas no valor de 5,4 mil milhões de euros.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG