Covid-19

Governo proíbe consumo de álcool na rua e aperta cerco às esplanadas

Governo proíbe consumo de álcool na rua e aperta cerco às esplanadas

Numa comunicação ao país, o ministro da Administração Interna anunciou mais medidas de combate ao surto de Covid-19 no país.

Eduardo Cabrita aconselhou os cidadãos portugueses de se "coibirem de deslocações", exceto as necessárias, como para ir trabalhar, adquirir alimentos e prestar auxílio a idosos e as pessoas mais vulneráveis. O governante congratulou todos os que têm cumprido os conselhos do Governo. "Notou-se na circulação de pessoas este fim de semana", disse.

O ministro da Administração Interna anunciou ainda a proibição de consumo de álcool na via pública, os eventos com mais de 100 pessoas (em espaço fechado ou ao ar livre) e a redução de 1/3 na lotação da capacidade nas esplanadas, à semelhança do que já acontece nos restaurantes. "Iremos ser exigentes no cumprimento", afirmou Eduardo Cabrita, aconselhando o distanciamento social para evitar o contágio pelo novo coronavírus.

Eduardo Cabrita retificou ainda as medidas nas escolas de condução, proibindo a partir desta segunda-feira as aulas práticas e teóricas e os exames de condução.

O ministro da Administração Interna esteve reunido este domingo com responsáveis da GNR, PSP, SEF e Proteção Civil e não adiantou qualquer informação sobre o fecho de fronteiras. "As matérias de fronteiras externas e de circulação em espaço nacional são competência estrita do Governo da República", disse. Eduardo Cabrita anunciou que haverá novidades após as reuniões entre António Costa e Pedro Sánchez, primeiro-ministro de Espanha.

PUB

Portugal está em estado de alerta devido ao surto de Covid-19, onde existem 245 casos positivos de infeção, um aumento de 76 doentes face a este sábado.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG