Exclusivo

Governo quer acabar com cafés ao postigo e admite reforço policial

Governo quer acabar com cafés ao postigo e admite reforço policial

Conselho de Ministros decidirá abrir ATL após contestação dos pais, mas só até aos 12 anos.

Pressionado pelos números de novos casos de covid-19, pela situação crítica dos hospitais, e sobretudo pelo relaxamento dos portugueses durante o primeiro fim de semana das novas restrições, o Governo vai reunir-se, esta segunda-feira, em Conselho de Ministros extraordinário para aprovar novas medidas. A proibição de venda de bebidas ao postigo nos cafés, a abertura dos ATL até aos 12 anos, o reforço do policiamento nas ruas e a interdição de espaços públicos, como marginais e passadiços, estarão em cima da mesa. O encerramento de ATL e de centros de estudo gerou enorme contestação, com os pais desesperados por não terem onde deixar as crianças após as aulas, sobretudo a partir do 2.o Ciclo, onde o Estado não garante a escola a tempo inteiro.

O JN apurou que, na reunião de emergência convocada por António Costa para esta segunda-feira, não deverá ser tomada nenhuma medida no sentido de encerrar para já as escolas, mas não está excluído o cenário de criar um regime de exceção para os alunos do Secundário.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG