Ensino Superior

Engenharias lideram com Matemática a assumir-se

Engenharias lideram com Matemática a assumir-se

Medicina regressa ao top 5. Cursos ligados à Matemática Aplicada ganham terreno.

O fim da primazia da Medicina enquanto curso com nota de entrada mais alta deu-se em 2016, quando foi ultrapassado por Engenharia Aeroespacial e Engenharia Física Tecnológica, ambos do Instituto Superior Técnico (IST), da Universidade de Lisboa. Desde então, têm disputado os dois primeiros lugares. Nesta 1.ª fase não foi diferente, com Aeroespacial a liderar, com o último aluno a ser colocado com 189,5 pontos. Medicina, por sua vez, regressa ao top 5, com os 185 pontos de entrada no Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar (ICBAS), da Universidade do Porto (ver lista).

Se as engenharias continuam a destacar-se neste top 10, é de destacar o facto de serem já dois os cursos de Matemática Aplicada a integrarem os dez primeiros lugares. Concretamente, Matemática Aplicada à Economia e Gestão, do Instituto Superior de Economia e Gestão, da Universidade de Lisboa, e Matemática Aplicada à Computação, do IST.

Quanto a instituições, o Técnico continua a ter quatro cursos no referido ranking, tal como a Universidade do Porto. Ao JN, o presidente do IST justifica o feito com o "prestígio da instituição e a elevada taxa de empregabilidade [0,9% na Aeroespacial e 0% na Física Tecnológica]".

Arlindo Oliveira lembra, no entanto, que "nos cursos que são maiores a média acaba por ser mais baixa". Feitas as contas, aqueles dois cursos somam quase tantas vagas como o de Medicina do ICBAS (155 vagas), que ficou em 3.º lugar com o último aluno a ser colocado com 185 pontos. Aliás, os cursos que integram este top 10 totalizam 1225 vagas, 82% das quais afetas a Medicina.

Quem também continua na liderança é a Universidade do Porto, com três dos cinco cursos com notas de entrada mais altas. A que se junta o facto de, sublinha a instituição, ser "a universidade com a mais alta nota de entrada, conseguindo uma média de 161,2 valores para a classificação média ponderada do último colocado dos seus 52 cursos".

1- Eng. Aeroespacial
189,5 - Instituto Superior Técnico, Universidade de Lisboa

2- Eng. Física Tecnológica
188,8 - Instituto Superior Técnico, Universidade de Lisboa

3- Bioengenharia
186,5 - Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto
Eng. e Gestão Industrial
186,5 - Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto

4- Medicina
185 - Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar, UPorto

5- Mat. Aplicada Eco. e Gestão
184 - Instituto Superior de Economia e Gestão, Univ. de Lisboa

6- Mat. Aplicada Computação
183,8 - Instituto Superior Técnico, Universidade de Lisboa

7- Medicina
182,7 - Faculdade de Medicina do Universidade do Porto

8- Medicina
182,2 - Universidade do Minho

9- Engenharia Biomédica
181,5 - Instituto Superior Técnico, Universidade de Lisboa

10- Medicina
179,7 - Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra