Boletim DGS

Internados ultrapassam os mil em dia com novo recorde de casos

Internados ultrapassam os mil em dia com novo recorde de casos

É um novo recorde de casos diários no país: em 24 horas registaram-se 28.659 infeções por SARS Cov-2 e 16 pessoas perderam a batalha para a doença. Hospitalizações superaram a barreira das mil, o que não acontecia desde março.

Pelo terceiro dia consecutivo, Portugal atingiu um novo máximo diário de casos. Depois dos 26.867 de quarta-feira, o mais recente boletim epidemiológico regista 28.659 novos infetados e 16 mortes. De recordar, contudo, que o elevado número de infeções já era previsível, tendo em conta a testagem em massa que se tem verificado durante a época festiva.

Estes números elevam para 1.358.817 o total de casos confirmados desde março de 2020. Além disso, desde o início da pandemia morreram 18.937 cidadãos e 1.181.456 recuperaram, 6239 deles nas últimas 24 horas. O número de casos ativos aumentou para 158.424, mais 22.404 do que ontem.

A região de Lisboa e Vale do Tejo (LVT) voltou a contabilizar a maioria dos infetados - 13.755 - seguindo-se o Norte, com 9409, o Centro, com 3202, o Alentejo com 935, o Algarve com 549, a Madeira com 563 e os Açores com 246.

Das 16 mortes, seis foram reportadas em LVT, quatro no Algarve, três no Norte, duas no Centro e uma no Alentejo, correspondendo a nove octogenários, cinco pessoas na casa dos 70 anos e duas na dos 50.

PUB

Nos hospitais portugueses estão, agora, 1034 infetados, mais 63 do que ontem. A barreira das mil hospitalizações não era ultrapassada desde o dia 12 de março deste ano, quando se registaram 1046.

No entanto, pelo quinto dia consecutivo, o número de pacientes em Unidades de Cuidados Intensivos (UCI) desceu. Há, agora, 144 doentes graves, menos sete do que no balanço anterior.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG