Novo Governo

José Luís Carneiro: o ex-autarca de Baião que assume uma pasta difícil

José Luís Carneiro: o ex-autarca de Baião que assume uma pasta difícil

O atual secretário-geral adjunto do PS está de regresso ao Governo, para o lugar da Administração Interna, depois de já ter ter sido secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, entre 2015 e 2019. José Luís Pereira Carneiro tem 50 anos e é natural de Baião, onde foi presidente da Câmara entre 2005 e 2015, até sair para a Secretaria de Estado das Comunidades Portuguesas.

É docente universitário na Universidade Lusíada e no Instituto de Ciências da Informação e Administração de Aveiro, mas tem as funções suspensas há vários anos. É licenciado em Relações Internacionais pela Universidade Lusíada do Porto, concluiu o Mestrado em Estudos Africanos no Instituto Social de Ciências Sociais e Políticas da Universidade de Lisboa e não concluiu o doutoramento em Ciência Política e Administração.

Nos últimos dois anos foi deputado do PS, eleito pelo círculo eleitoral do Porto, tendo sido o eleito de António Costa para secretário-geral adjunto do PS, o que lhe deu protagonismo dentro do partido. Nas nas últimas eleições de 30 de janeiro encabeçou a lista de Braga, pela qual foi eleito. No Porto, também chegou a ser presidente da Federação Distrital do PS. Agora, assume uma das pastas mais difíceis de qualquer Governo. Os últimos dois ministros da Administração Interna foram Francisca Van Dunem, que ainda está em funções, e Eduardo Cabrita, que acabou por demitir-se na sequência do acidente de viação envolvendo o seu carro de serviço que matou um trabalhador na A6.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG