Política

Mais dois casos de empresas de familiares de governantes com acesso a contratos públicos

Mais dois casos de empresas de familiares de governantes com acesso a contratos públicos

O marido da secretária de Estado das Pescas e a mulher do secretário de Estado da Conservação da Natureza e Floresta têm empresas que fizeram contratos com o Estado nos últimos anos.

Depois dos casos que envolveram o marido da ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa - duas empresas suas acederam a fundos comunitários - e ainda o pai e o ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos - cuja empresa beneficiou de um contrato por ajuste direto - há mais duas situações de familiares de elementos do Executivo que celebraram contratos públicos.

Segundo noticiou o Polígrafo SIC na segunda-feira, a empresa do marido da secretária de Estado das Pescas, Teresa Coelho, fez um contrato por ajuste direto com o Estado. Rui Estevão Pedro é o único dono da empresa Angels Recipes e assinou um contrato por ajuste direto, a 29 de agosto deste ano, com a Câmara de Leiria. O documento assegurava o pagamento de 74.500 euros mais IVA, por serviços de consultoria e orientação para a valorização de efluentes agropecuários, durante 12 meses.

PUB

Questionada pelo Polígrafo, Teresa Coelho mencionou apenas que o objeto do contrato - tratamento de efluentes agropecuários - está noutra tutela, no Ambiente e não na Agricultura, não apresentando, contudo, qualquer documentos que sustente a questão.

O segundo caso envolve a mulher do secretário de Estado da Conservação da Natureza e Florestas, João Paulo Catarino. Maria da Conceição Mendes Catarino tem uma quota de 55% da Aeroflora, que fornece serviços de jardinagem e manutenção de espaços verdes, e que fez sete contratos, também por ajuste direto, com entidades públicas, no valor de cerca de 122 mil euros. O mais antigo é de 2010 e os mais recentes são de 2019 e 2022.

O Polígrafo também questionou a secretaria de Estado das Florestas sobre esta questão, mas não recebeu qualquer resposta.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG