Reação

Marcelo não está "tão otimista" sobre Avante e disse-o ao PCP

Marcelo não está "tão otimista" sobre Avante e disse-o ao PCP

O presidente da República revelou, esta sexta-feira, não estar "tão otimista" como o PCP e a DGS quanto aos riscos da realização da Festa do Avante e disse-o aos comunistas. No entanto, Marcelo Rebelo de Sousa admitiu que só após o evento se poderá ver quem tinha mais razão. Se, no final, o balanço for positivo, "até ficaria muito feliz", acrescentou.

O chefe de Estado relembrou que não está em causa a "legitimidade democrática" para realizar eventos de cariz político. No entanto, considerou que a realização da Festa do Avante é uma "questão de avaliação política" que gera "duas leituras da realidade": "Só depois de concretizada [a Festa] é que se verá quem tem mais razão ou menos razão", referiu.

No entanto, para já, Marcelo mostrou reservas sobre o evento, que arrancou esta sexta-feira e se estende até domingo à noite. "Tenho uma perceção que não é tão otimista como a da DGS e a do partido organizador. Veremos. Devo dizer o seguinte: como presidente da República, até ficaria muito feliz se, no fim disto tudo, a generalidade dos portugueses comungasse dessa perceção positiva", afirmou, em visita a Castro Marim, no Algarve.

Críticas ao "sinal dado" pelos comunistas

O presidente revelou que transmitiu as suas preocupações "diretamente, e muito francamente", aos responsáveis do PCP. No entanto, acrescentou: "Admito que me engane na minha perspetiva".

Ainda assim, Marcelo deixou críticas ao "sinal dado" pelos comunistas ao decidirem realizar a Festa meses antes, sem saberem qual seria a situação da pandemia no país em setembro. "Deve fazer-se a avaliação em função do momento que é vivido" e isso deve ser feito serenamente e "sem campanhas políticas".

Embora tenha caracterizado a realidade epidemiológica atual como "estável", o chefe de Estado admitiu que esperava que, por esta altura, houvesse uma "tendência decrescente" no número de novos casos. "Infelizmente, não foi o que aconteceu", lamentou, reforçando assim as suas reservas quanto à Festa do Avante.

Outras Notícias