Governo

Matos Fernandes reforça equipa de secretários de Estado

Matos Fernandes reforça equipa de secretários de Estado

O elenco de secretários de Estado começa a ficar definido. Foi a vez de Matos Fernandes fechar a sua equipa, que tem como estreante no Governo o "vice" da Câmara de Matosinhos, Eduardo Pinheiro, para a Mobilidade.

As mexidas dentro do xadrez executivo levam Inês Costa para a pasta do Ambiente e João Paulo Catarino para as Florestas, área que transita da Agricultura. Falta ainda enquadrar no Ministério Tiago Oliveira com a sua missão dos fogos rurais, o que pode acrescentar uma quinta secretaria de Estado.

A permanência de João Galamba na Energia estava ontem confirmada, enquanto José Mendes e Célia Ramos deixam os atuais cargos, o primeiro de secretário de Estado Adjunto e da Mobilidade e a segunda do Ordenamento do Território e da Conservação Natureza. José Mendes continuará, porém, como secretário de Estado, mas no Ministério do Planeamento.

Na redistribuição de governantes e áreas, que ainda não estava concluída, João Paulo Catarino irá acumular Florestas com Ordenamento do Território. Até agora, era secretário de Estado da Valorização do Interior, com o ministro da Economia, Pedro Siza Vieira. Inês Costa passa de adjunta do gabinete de Matos Fernandes para secretária de Estado do Ambiente.

Novidade na Educação

A dúvida está na pasta que irá assumir Tiago Oliveira, chefe da Estrutura de Missão para o Sistema Integrado de Fogos Rurais. O cenário que estava ontem em cima da mesa era o aumento do número de secretários de Estado num Ministério que será reforçado na próxima legislatura e que soma ao Ambiente também a Ação Climática.

Entretanto, fonte do partido adiantou ao JN que Susana Amador, da direção da bancada, também assumirá a função de secretária de Estado, ficando com a pasta da Educação.

Por sua vez, Jorge Delgado, ex-presidente da Metro do Porto, permanece nas Infraestruturas. A expansão deste projeto, com construção de novas linhas de metro, é um dos desafios apontados para Eduardo Pinheiro. Porém, também não era certo que esta pasta continue na Secretaria de Estado da Mobilidade. De qualquer modo, esta será uma área em que o vice-presidente de Luísa Salgueiro em Matosinhos está confortável, tendo participado em inúmeras reuniões do Conselho Metropolitano sobre este tema.

Mais nomes do Porto

O autarca, de 40 anos, começou por ser o número dois de Guilherme Pinto em Matosinhos e depois também de Luísa Salgueiro, atual presidente. Tem assumido na Autarquia, entre outras, as pastas do Planeamento e Ordenamento do Território, Gestão e Fiscalização Urbanística, Reabilitação Urbana e Finanças.

A Norte, continuam a ser apontados outros nomes do distrito do Porto para o novo Executivo de António Costa. É o caso de João Paulo Correia, deputado que poderá ficar com o Orçamento ou com o Tesouro.

Do mesmo modo, tem sido falado o nome de Marco Martins, autarca de Gondomar. O também presidente da Comissão Distrital da Proteção Civil é uma das possibilidades para a respetiva Secretaria de Estado.

José Luís Carneiro, ex-secretário de Estado das Comunidades, passa a pasta a Berta Nunes e assume o lugar de secretário-geral adjunto do PS.