O Jogo ao Vivo

Presidenciais

Missão eleições: voto antecipado alargado e equipas nos lares

Missão eleições: voto antecipado alargado e equipas nos lares

Começaram este domingo as inscrições para o voto antecipado em mobilidade, que acontece no dia 17 e será alargado ao país todo. Eleitores obrigados a isolamento profilático votam em casa. E vai haver equipas a recolher votos nos lares.

Num esforço para garantir a maior segurança possível no ato eleitoral de dia 24 de janeiro, o Governo preparou algumas alterações à logística que envolve o processo eleitoral. "A pandemia não suspende a democracia", declarou, este domingo, o ministro da Administração Interna, numa conferência de imprensa em que elencou alguns "aspetos inovadores" face a atos eleitorais anteriores.

PUB

O "significativo alargamento do voto antecipado em mobilidade" é uma das medidas: no dia 17 (uma semana antes do dia das eleições), "todos os cidadãos poderão votar sem necessidade de invocar qualquer causa justificativa" e, ao contrário do que acontecia até aqui, poderão fazê-lo em qualquer município do país. "Trata-se de um grande alargamento face a 2019", quando a hipótese estava limitada às capitais de distrito. O período de registo começou este domingo, no site votoantecipado.mai.gov.pt, e durará até dia 14. Em poucas horas, já há 20.248 inscrições.

Vincando o esperado efeito na redução dos ajuntamentos nas assembleias de voto, Eduardo Cabrita aconselhou esta modalidade a todas as pessoas que estejam deslocadas do seu local de recenseamento, como é o caso dos estudantes que estão longe de casa.

A segunda medida é a "redução do número de eleitores por mesa de voto". O número de 1500 eleitores por mesa de voto, que era a referência até às eleições de 2019, vai baixar para mil. "Vamos ter, relativamente às legislativas, mais 2700 secções de voto a mais, passamos de 10 mil para cerca de 13 mil", disse o governante.

Os casos das pessoas que estão em isolamento profilático também vão ser assegurados. Todos os cidadãos que configurarem numa lista elaborada pelas autoridades de saúde como estando obrigados a período de isolamento profilático poderão registar-se, entre 14 e 17, para exercício do voto antecipado, a ser concretizado nos dias 19 e 20. Os votos serão recolhidos em casa ou no local de isolamento indicado pela autoridade de saúde local. O mesmo acontecerá com os utentes de lares, estando previstas equipas para recolherem os votos nas residências.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG