1922-2022

Morreu o antigo presidente do CDS Adriano Moreira aos 100 anos

Morreu o antigo presidente do CDS Adriano Moreira aos 100 anos

Adriano Moreira morreu este domingo de manhã, aos 100 anos.

Adriano Moreira foi académico, professor a vida toda, ministro do Ultramar na ditadura de Salazar, presidente do CDS e deputado na democracia que floresceu do 25 de Abril. Um percurso possível pela sua "inquietação permanente, no mais belo sentido da expressão", como referiu ao JN, por altura do 100.º aniversário, a filha, Isabel Moreira.

PUB

O presidente do PSD, Luís Montenegro, já reagiu à morte de um "'grand seigneur' da academia e da política portuguesa". "Deixa-nos um legado riquíssimo de pensamento sobre valores e princípios sociais", escreveu no Twitter.

Em 1948, já com provas dadas na academia sobre as relações no Ultramar, Adriano Moreira concorreu a professor na Escola Superior Colonial, atual Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas, onde viria a ser professor catedrático, diretor, presidente do Conselho Científico e precursor de diversas áreas do saber.

Em declarações à SIC Notícias, Assunção Cristas, antiga presidente do CDS, lamentou a morte de um político "que influenciou gerações". "Foram 100 anos vividos com enorme coerência", frisou, referindo-se a Adriano Moreira como "uma inspiração".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG