O Jogo ao Vivo

Exclusivo

Sistema para visita do Papa a Fátima custou 820 mil euros e nunca funcionou

Sistema para visita do Papa a Fátima custou 820 mil euros e nunca funcionou

Software desadequado e "falta de articulação" entre Câmara e Santuário são razões para o falhanço do projeto.

Custou cerca de 820 mil euros e foi anunciado como uma peça importante na gestão do tráfego aquando da visita do Papa a Fátima em maio de 2017, por ocasião do Centenário das Aparições. Mas até hoje o Sistema Integrado de Mobilidade da Cova da Iria nunca funcionou e, além de inoperacionais, alguns dos equipamentos instalados nos parques do Santuário estão já danificados.

"Uns foram vandalizados, outros danificados por manobras de viaturas, nomeadamente de autocarros. Deviam estar mais recuados", conta Vicente Reis, morador em Fátima, do concelho de Ourém, convicto de que, se funcionasse, o sistema "seria uma boa ideia", sobretudo em dias de grandes peregrinações.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG